Inicio Parceria Contato Quem Somos Trabalhe Aqui Política Image Map
Avatar

Entrevista Com o Animador Filipino da Toei Fillipinas, Florence Jay Dominguito! Retorno do Anime DBS?

 

Imagem ilustrativa, não oficial

Uma entrevista com o animador da Toei Fillipinas, Florence Jay Dominguito, o mesmo é Filipino e está trabalhando na Toei Animation atualmente. A entrevista está no site oficial de Dragon Ball onde ele aparentemente fala sobre o "possível" retorno do anime Dragon Ball.

Antes de mais nada, para esclarecer, ele diz "Estou ansioso para ver se haverá um novo anime de TV a seguir #DragonBallSuper" em japonês, na tradução mais direta temos "(...). Também estou animado com o novo anime que continuará Dragon Ball Super".

Temos de ter cuidado ao ler esta entrevista, pois não tem nada dizendo através de suas falas que o anime pode voltar. Vejamos a entrevista abaixo e depois tiremos nossas conclusões.

>> DESTE PONTO PARA BAIXO É O QUE ESTÁ DESCRITO NO SITE OFICIAL

Como até agora Dragon Ball continua a se tornar um fenômeno cada vez mais global com fãs em todo o mundo, existem aqueles que transformaram sua paixão em uma profissão e se envolveram com a produção da própria série. Que tipo de trabalho esses fãs obstinados estão fazendo? E como eles se apaixonaram por Dragon Ball em primeiro lugar? Nesta série de entrevistas, ouviremos suas histórias para tentar chegar ao fundo dessas questões e muito mais!

A primeira é Florence Jay Dominguito, atualmente trabalhando na Toei Animation Filipinas. Desde que ingressou na empresa em 2011, Florence esteve envolvido com todos os tipos de trabalhos da série Dragon Ball. Vamos começar!

Florence Jay Dominguito

-------------------------------------------------------------------

::: Sonho em ser um animador desde os 16 anos :::

—— Você pode nos contar um pouco sobre o seu trabalho?

Tenho feito o que é conhecido como animação "in-betweens" para a Toei Animation Filipinas desde 2007. No meio estão os frames que conectam as "animações principais", os desenhos principais de uma animação, para dar movimento aos personagens. Eu também verifico os intermediários desenhados por outros artistas. Essa função envolve verificar se a animação está bem desenhada e não contém erros.

——O que você gosta em seu papel como verificador intermediário?

Eu adoro a série Dragon Ball desde que era criança, então poder checar a animação intermediária para um programa que eu amo é, por si só, o que eu gosto no meu trabalho. Ter um trabalho como esse é mais do que eu jamais poderia ter sonhado. Quando você trabalha com intermediários, normalmente só consegue desenhar coisas e se envolver com seus próprios projetos, mas como um verificador, posso ver o que todo mundo está desenhando também. Como um fã de Dragon Ball, ver essas diferentes cenas de Dragon Ball me deixa muito feliz.

—— Por que você decidiu seguir a carreira de animação?

Eu cresci desenhando nada exceto Dragon Ball, então sempre quis me envolver com sua criação de alguma forma. Aprendi sobre a Toei Animation Filipinas quando tinha 16 anos e meu objetivo tornou-se o de entrar para a empresa como animador. Foi quando comecei a estudar desenho com mais seriedade.

Desenhando usando um tablet LCD. Figuras de Dragon Ball se alinham na mesa atrás.

::: Goku, o "super-herói" :::

——Como você encontrou Dragon Ball pela primeira vez?

Comecei a assistir o anime Dragon Ball na televisão quando tinha 7 anos. Ouvi dizer que Dragon Ball só é transmitido uma vez por semana no Japão, mas é transmitido todos os dias nas Filipinas. A emissora compra episódios do Japão em lotes e os reproduz todos os dias. Entre os lotes de novos episódios, eles reproduzem os antigos. Eles repetem os episódios constantemente porque Dragon Ball é muito popular, e cada vez que os assistia, eu me apaixonava mais pela série. Assistir Goku ficar mais forte a cada batalha me fez querer ficar mais forte como ele. Goku é um super-herói para mim.

——Quem é o seu personagem favorito?

Goku Super Saiyajin. Eu estava na ponta do meu assento durante sua batalha com Freeza me perguntando se ele realmente iria se tornar um Super Saiyajin, então finalmente conseguir vê-lo, isso foi realmente incrível. Sempre me lembrarei dessa cena.

——Você e seus amigos ficaram animados conversando sobre Dragon Ball?

Era transmitido todas as noites, então no dia seguinte sempre nos encontrávamos e ficávamos animados para conversar sobre o que acontecia. Nós também personificaríamos Goku e os vilões. Todo mundo fingiria ser Goku e começaria a gritar (risos). Nós nos transformamos completamente em Goku e Freeza e dizíamos coisas como, "Eu sou forte!", "Não, eu sou mais forte!". Minha sobrinha e meu sobrinho estão tão animados com isso agora quanto meus amigos e eu costumávamos ficar.

—— Seus sentimentos sobre Dragon Ball mudaram desde então?

Eu sou um adulto agora, então eu gosto das coisas um pouco mais discretamente do que antes (risos). Eu também tenho muitos produtos de Dragon Ball. É difícil encontrar nas Filipinas, mas existem lojas para super fãs que se especializam em produtos Dragon Ball importados do Japão. Comprei todos os tipos de camisetas de colaboração UNIQLO. E não são apenas figuras e pôsteres; Eu também adoro os jogos Dragon Ball como "Dragon Ball Z: Kakarot" e "Super Dragon Ball Heroes: World Mission".

——Como foi trabalhar no meio do filme "Dragon Ball Super: Broly"?

"Dragon Ball Super: Broly" foi a primeira vez que meu nome apareceu nos créditos finais de algo em que eu trabalhei, então é um filme muito especial para mim.

—— Esse foi o clímax do filme! O que as pessoas ao seu redor acharam?

Eu assisti nos cinemas e todos ficaram boquiabertos quando aquela cena foi exibida. Eu me senti muito sortudo por poder ver suas reações ao vivo. Ao contrário do Japão, as pessoas nas Filipinas ficam realmente irritadas durante os filmes e gostam de gritar coisas.

—— Quais são suas esperanças e ambições para o futuro de sua carreira?

Eu quero trabalhar mais em Dragon Ball. Além disso, agora estou desenhando o intermediário para animações-chave que são enviadas do Japão para as Filipinas, mas no futuro eu gostaria de realmente ir ao Japão e aprender com as pessoas que desenham essas animações-chave. Eu quero vê-los trabalhar pessoalmente.

——Quais esperanças e expectativas você tem para o futuro da franquia Dragon Ball?

Como fã, estou realmente ansioso por novos filmes e merchandising. Também estou animado com o novo anime que continuará Dragon Ball Super.

-------------------------------------------------------------------

Parece que todo mundo gosta de se passar por personagens de Dragon Ball, seja no Japão ou nas Filipinas! Mal podemos esperar para ver mais desses intermediários desenhados com tanta paixão por Florence enquanto ele continua vivendo seu sonho de trabalhar em Dragon Ball.
Também tivemos a sorte de receber uma mensagem escrita à mão do próprio Florence!

Quando criança, sempre me sentia feliz assistindo Dragon Ball.
Nunca me imaginei separado desta família.
Me sinto muito feliz e honrado. Como um sonho tornado realidade.
Florence Jay P. Dominguito

AQUI TERMINA A DESCRIÇÃO CONTIDA NO SITE OFICIAL <<

Bom, como podemos ver, temos de tomar cuidado com as traduções e palavras certas, não se pode pegar esta entrevista de Florence e dizer que ele afirmou que o anime irá voltar.
A informação sobre tradução automática é até mencionada na versão japonesa n próprio site oficial.


Aqui está o print da versão em inglês.


Embora, com o anuncio deste novo filme com tanto mistério assim, pode significar alguma coisa especial para 2022 ou 2023, vamos aguardar parar ver. O anime desde 2018 se mantém num hiato muito grande, com grandes informações que ganhamos até aqui além dos arcos recentes do mangá, não é se de duvidar. "Geralmente" quando alguém de importância solta umas falas assim, costuma vir surpresas, Mas depois que Ryo Horikawa (seiyuu de Vegeta no Japão) nos deu falsas esperanças em 2019 no Twitter com simples tweets, não devemos ficar tão esperançosos.

Link do Site Oficial com a Entrevista: https://en.dragon-ball-official.com/news/01_106.html

0 comentários:

Postar um comentário