Inicio Parceria Contato Quem Somos Trabalhe Aqui Política Image Map

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Avatar

Dragon Ball Super: Entrevista de Toyotaro no Diário do Mickey




Em maio deste ano, a revista semanal "The Journal of Mickey" conseguiu fazer algumas perguntas a Toyotaro, o mangaká de Dragon Ball Super. Essa entrevista acabou passando despercebida, mas nesta semana, um internauta chamado @Oshinsu veio publicar somente ontem em sua conta no Twitter. Esta entrevista com Toyotaro foi realizada por Mathieu Rocher, correspondente especial no Japão para o "The Journal of Mickey".


==================================
Diário do Mickey (TJM): Como você descobriu Dragon Ball?

Toyotaro: Eu conheci a primeira série de Akira Toriyama: "Dr. Slump". Mas foi "Dragon Ball" que me fez querer desenhar. Eu desenhei os personagens quando estava na aula. Passei meu tempo tentando criar bolas de energia, como Son Goku: o Kamehameha. Eu não tive sucesso, mas talvez se eles treinarem com frequência, os leitores do Diário do Mickey chegarão lá.

TJM: Quem escolheu você para se tornar o mangaká de Dragon Ball Super?

Toyotaro: Ao desenhar Dragon Ball Heroes, desenhei uma sequência que eu havia proposto na editora de mangá Shueisha (a editora Dragon Ball). Meus quadrinhos têm mais, e foi a Shueisha que, em 2015, me ofereceu para desenhar Dragon Ball Super. Fiquei muito impressionado quando conheci o sensei Akira Toriyama. Ele me incentivou dizendo que meu trabalho era delicado e que eu tinha muitas ideias. Ele me escolheu como sucessor, foi um grande orgulho.

TJM: Qual é o seu método de trabalho?

Toyotaro: Eu recebo os scripts e penso na melhor maneira de criar cada cena. Quando tenho ideias, desenho-as no meu storyboard e, em seguida, Toriyama sensei as valida. Uma vez que concordamos, eu realmente começo. Se eu estou inspirado. Eu finalizo até dez páginas por dia!

TJM: O que é mais difícil de representar?

Toyotaro: Em cenas de combate, você tem que achar as posturas para os movimentos serem realistas. Felizmente, quando eu era criança, praticava karatê. Isso ajuda a renderizar os impressionantes gestos de Son Goku. Outro desafio: encontre dicas para surpreender o leitor. Por exemplo, nas capas dos mangás, sempre alternamos uma imagem feliz e uma imagem mais séria.

TJM: Quantas horas você trabalha por semana?

Toyotaro: Os mangakás passam muito tempo em frente à mesa de desenho. Eu durmo seis horas por noite. O resto do tempo, estou no escritório. Eu penso em cenas, desenho, pinto meus personagens. Eu faço muito trabalho, mas para fazer quarenta e cinco páginas por mês, preciso de assistentes que façam os sets. Criar Dragon Ball Super é um trabalho em equipe.
==================================


-------------------------------------------
NOTA: Toyotaro é o designer e co-autor do mangá Dragon Ball Super. Mas antes de ser o Toyotaro que conhecemos hoje, ele era conhecido pelo pseudônimo de Toyble, autor do mangá não oficial Dragon Ball AF (DBAF). Então, ele foi selecionado por Akira Toriyama e pela Shueisha (a editora de Dragon Ball) e tornou-se o autor do mangá spin-off Dragon Ball Heroes Victory Mission, lançado pela primeira vez na V-Jump de novembro de 2012 (lançado em setembro de 2012).

Fonte: DB-Z.com

0 comentários:

Postar um comentário